top of page

Quanto vale 1 hora da sua vida?

Atualizado: 7 de mai. de 2023

Edição e Produção de Vídeos: Renato Rocha Prado

Revisão de Conteúdo: Isabel Franson

Contribuição: Samuel Augusto


Apesar de profunda e filosófica, essa questão tem tudo haver com finanças pessoais, na realidade, saber o quanto vale 1 hora da sua vida é um dos pilares para o planejamento financeiro pessoal, esse é, inclusive, um dos conhecimentos mais fundamentais dentro da Educação Financeira Pessoal. Mas também não deixa de ser uma reflexão profunda sobre a vida, afinal, o bem mais valioso que você tem é o seu tempo, ele é irrecuperável, cada minuto perdido, cada hora trabalhada, cada noite mal dormida, é um tempo que você consumiu, viveu, e que não dá pra recuperar mais, por isso, é fundamental ter essa dimensão, essa noção de quanto 1 hora da sua vida vale em R$, isso vai colocar todas as outras coisa em uma nova perspectiva.



Essa nova perspectiva, vai mudar seu ponto de vista em relação ao dinheiro, vai fundamentar todas as suas decisões de consumo e investimentos, será o ponto de partida para planejar seus objetivos e metas financeiras. Por isso, é muito importante fazer essa conta e essa reflexão, periodicamente. Eu particularmente faço todo mês.

Compreendido isso, vamos a explicação e as contas.


Como descobrir quanto vale 1 hora da sua vida


O primeiro passo é descobrir quanto tempo você trabalhou esse mês, vamos usar mês como base de tempo pois as contas são mensais, o salário é mensal, a taxa de juros é mensal e até mesmo a poupança é mensal, o mês é o período mais comum e por isso será nossa referência de tempo. Assim, descubra quanto tempo você trabalhou esse mês, se não souber ao certo, vai pelo padrão de jornada de trabalho, 160 horas, 200 horas ou 220 horas, dependendo da sua jornada. Agora, aqui cabe uma observação fundamental, para quem tem uma jornada de trabalho que é fora do padrão - eu por exemplo, sou professor universitário além de consultor financeiro, assim, eu tenho uma renda fixa e outra variável, mas a minha jornada de trabalho não tem um padrão, tanto como professor como consultor eu tenho diversas horas preparando meu trabalho e concluindo meu trabalho e isso precisa ser colocado na ponta do lápis.


Inclusive o homeoffice foi uma experiência muito boa para muitos assalariados tradicionais, que passaram a perceber quantas horas do dia deles eram gastas com o preparo para o trabalho (vestimenta e transporte, por exemplo). Portanto, devemos fazer o seguinte raciocínio: tudo o que eu faço no meu dia a dia que eu não faria caso não tivesse que trabalhar, é um tempo que eu gasto com meu emprego, portanto, é tempo trabalhado e deve ir para a conta de quanto vale a minha hora.

O segundo passo é saber o quanto você ganha, pode parecer boba essa etapa mas, surpreendentemente, muita gente não sabe o quanto ganha, apenas quando cai na conta corrente que eles vão ter uma noção, não seja displicente com essa questão, saiba o quanto você ganha, tanto no papel (com base no seu contrato de trabalho) quanto de fato (o valor exato que é depositado na sua conta a título de remuneração), também é interessante verificar e comparar com o seu holerite ou contracheque.


O terceiro passo é óbvio, divida o valor do quanto você recebe pelas horas trabalhadas no mês ou período (caso você receba por projeto, semana ou serviço, divida o valor recebido pelo tempo trabalhado em questão).


Em cima dessas considerações eu faço uma sugestão: calcule o quanto vale sua hora nominal, ou seja, no papel, seu salário dividido pela sua jornada oficial de trabalho (200 horas ou 220 horas por exemplo). Depois, calcule o valor da sua hora real, ou seja, o quanto de fato cai na sua conta corrente dividido pelo quanto de fato você gasta em horas com seu emprego (considerando tudo o que a gente sugeriu até aqui). Você vai se surpreender, no meu caso a diferença é uma redução de 44% no valor da minha hora.

A conclusão dessa conta vai ser o quanto vale 1 hora da sua vida, sob o ponto de vista econômico é claro.


Saber disso por si só, já é muito importante para a sua vida mas vai além disso.


Tabela com valores de referência de Salário/Hora (Junho/2021)



Ao saber o quanto vale 1 hora do seu dia de trabalho, todas as suas decisões financeiras passam a ter uma base de comparação, um lanche de R$24,90 para uma pessoa que recebe 1 salário mínimo (como podemos ver na tabela acima) representa 5 horas da vida dela, isso significa que praticamente um dia inteiro de trabalho não paga um lanche de fastfood.


A importância de saber quanto vale 1 hora da sua vida


Planejar suas compras (consciência): Ao ter consciência do valor da sua hora, todas as suas decisões de consumo vão ter uma referência, um sapato ou lanche não são mais R$50 ou R$100, são horas da sua vida que você precisou se sacrificar para conquistar o dinheiro que agora você iria gastar. Isso é muito importante para a gestão das suas finanças pessoais, uma vez que 9 em cada 10 decisões diárias envolvem dinheiro e a grande maioria delas nós fazemos sem parar para pensar muito a respeito, além disso, até mesmo aquelas que pensamos a respeito, se não tivermos uma base de comparação, não vai adiantar muito coisa.

Definir suas metas financeiras e objetivos financeiros (ponto de referência): Quando vamos montar nosso planejamento de investimentos e começar a construir uma reserva de segurança, precisamos ter noção de quanto podemos guardar por mês, quanto podemos investir e quanto podemos arriscar, apenas olhar para o salário que recebemos pode causar uma falsa impressão de que temos muito ou pouco dinheiro para trabalhar, mas se olharmos pelo quanto recebemos por hora trabalhada temos uma dimensão melhor da nossa realidade, muita gente ganha muito trabalhando muito e alguns ganham menos mas trabalham muito menos, assim, podemos chegar dizer que quanto menor esse valor por hora menos você pode arriscar do seu dinheiro e maior terá de ser a sua reserva de segurança.

Ter noção do seu valo atual no mercado (realidade nua e crua): Um grande equívoco que cometemos é olhar para o salário bruto nas ofertas de emprego, sem nos atentarmos ao quanto tempo vamos trabalhar, quanto tempo vamos gastar para ir e voltar do trabalho, o preparo para o trabalho, todas essas horas que "perdemos" em decorrência da atividade profissional, que são horas pelas quais não recebemos nenhum dinheiro mas não podemos evitar de perde-las. Por isso, saber o quanto você vai receber por hora trabalhada é muito mais importante, basta pegar o valor anunciado do salário da oferta de emprego e dividir pelo tempo que você vai gastar com essa atividade profissional (incluindo tudo, jornada, trânsito etc.), assim você vai ter uma idéia exata de quanto você de fato vai receber. Muitos empregos que pagam melhor mas são em cidades distantes podem, na realidade, ser ruins pois o valor/hora pode não ser maior do que aquele emprego na sua cidade que paga menos.

Buscar melhorar seu currículo para melhorar seu valor (ambição): Essa questão é primordial sob o aspecto profissional, tenha uma idéia de quanto você quer receber pela sua hora de trabalho e busque isso. Não fique preso a empregos que não te reconhecem profissionalmente e financeiramente, busque receber aquele valor por hora que é justo para você, mas, não seja ganancioso, lembre-se da nossa tabela de referência do salário mínimo, seja ambicioso mas sem ser ganancioso.

Mais sobre essa importância de saber o valor da sua hora você escuta aqui no nosso podcast:


E ainda tem mais! Na nossa área de Membros disponibilizamos uma calculadora interativa que faz essa conta de quanto vale a sua hora para você na hora, inscreva-se e acesse.

Se você já está logado como membro é só clicar no botão abaixo.



Então por hoje é só, esperamos que com mais essa dica você possa cuidar melhor da sua Saúde Financeira e se precisar de mais ajuda não deixe de nos contatar!


Até a próxima!


Não deixe de se inscrever no nosso site como membro e no nosso Facebook e Youtube. É grátis! Basta se cadastrar com o Facebook ou Gmail para receber notificações dos nossos materiais, cursos e vídeos, além de poder deixar seu comentário para gente, mandar dúvidas e sugestões para futuros vídeos e postagens.


527 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page