top of page

A importância do pé de meia

Atualizado: 14 de abr. de 2022

Edição e Produção de Vídeos: Renato Rocha Prado

Revisão de Conteúdo: Isabel Franson





Na educação financeira, muitas etapas são importantes. A começar pela organização dos gastos. Seja com a ajuda de um caderninho, celular ou planilha. Fazer um planejamento financeiro é a chave para equilibrar as contas e fechar o mês sem ficar devendo.


Outro recurso essencial é saber lidar com bancos e aprender a utilizar melhor os produtos financeiros, sem cair em armadilhas e endividamentos.


Mas ficar no zero a zero, sem dívidas (porém também sem lucro), é só o primeiro passo. Se você focar sua vida inteira no equilíbrio financeiro, ou seja, gastando exatamente aquilo que você ganha, sua vida nunca vai sair do lugar.


E, no primeiro imprevisto, suas finanças vão se descontrolar e você vai ficar endividado.


Quem vive apenas focado fechar o mês no zero a zero, costuma gastar tudo o que ganha e, por vezes, até mais do que isso. Com esse pensamento, você vai viver sempre em função de pagar os boletos e pagar as faturas, vai perder a autonomia da sua própria vida!


Pois quem vive gastando exatamente aquilo que ganha, fechando o mês no zero a zero, tem uma vida sem autonomia nenhuma, sem liberdade alguma. Toda sua renda está comprometida com os gastos. E não tem espaço para sonhos nem para investimentos, ou qualquer tipo de mudança no futuro. Qualquer acontecimento, por mínimo que seja, pode mudar tudo e esse equilíbrio vai por água abaixo.


Não podemos ficar contando com a estabilidade das coisas, contando que o salário está garantido para sempre, que o emprego está garantido para sempre, a vida a cada ano que passa, se torna mais incerta e nós precisamos nos adaptar a isso, ser resilientes.


“Quem vive fechando o mês no zero a zero está contando que no mês seguinte vai ser mais do mesmo. E é aí que mora o problema."

Maior que você: é o sistema todo


Nos últimos 15 anos, o mundo todo viveu diversas crises econômicas. A vida anda extremamente incerta e imprevisível. Justamente por isso, devemos estar preparados.


Primeiramente, e mais óbvio, devemos gastar menos do que ganhamos (link) . Economizar todo mês, nem que seja um pouquinho, e reservar essas economias: fazer o pé de meia (link) - sua reserva de segurança. Essa é uma estratégia para quando os imprevistos surgirem (e eles vão surgir), você não vai ser pego de surpresa. Assim, consegue evitar o endividamento e dores de cabeça.


“Esse é um dos pontos importantes de se ter um pé de meia: prevenir contra os imprevistos e evitar endividamentos desnecessários”

Mas a importância do pé de meia não se resume a isso.


Sem um pé de meia não tem como pensar no seu futuro. Não há metas, nem objetivos financeiros.


Sem uma reserva de segurança, não tem investimento. Não tem aposentadoria tranquila (se você está contando com o benefício do INSS, pior ainda... 2 a cada 3 aposentados não ganham o suficiente para manter seus gastos e precisam continuar trabalhando).


“O pé de meia é fundamental para você conseguir alcançar tudo isso, investir, se aposentar, ter tempo livre custa dinheiro e para isso, o pé de meia pode te ajudar”

Pra quê serve o pé de meia?


É essa reserva de dinheiro que vai viabilizar você sonhar com uma aposentadoria melhor, investir seu dinheiro para ter uma renda extra complementar, fazer uma viagem, trocar de carro ou, ainda, comprar um imóvel. Todos esses objetivos e metas, todos esses sonhos, passam pela construção de um pé de meia.


“Verdade que alguns desses exemplos como carro, viagem e imóvel podem ser pagos com um empréstimo ou financiamento. Mas essa conta será cobrada de você depois e com juros! E nosso propósito com a educação financeira é evitar juros desnecessários”



Se você sonha com uma vida financeira saudável e aposentadoria tranquila, é preciso investir. E, para que esses investimentos sejam bem-sucedidos, ter uma reserva de segurança é primordial.


Da mesma forma que essa reserva evita que dívidas diante de imprevistos, ela protege seus investimentos de longo prazo. Muitos investimentos precisam de tempo e precisam ficar intocados, sem serem interrompidos ou sacados antes da hora. É aí que mora a importância do pé de meia para garantir a sua aposentadoria tranquila.


Se você começar a investir pensando no futuro, ou numa renda extra, mas não tiver uma reserva de segurança, a surgir o primeiro imprevisto você tem duas alternativas: (1) ficar endividado e não mexer nos investimentos (o que não compensa pois as taxas de juros das sempre são maiores do que as taxas de rentabilidade dos investimentos) ou (2) encerrar os seus investimentos antes da hora (o que também é ruim, po


is todo tempo e sacrifício aplicados serão perdidos para sempre).


E é por isso a importância do pé de meia. Esse pé de meia possibilita segurança, garante equilíbrio financeiro, e também é o primeiro passo para você sonhar mais alto: começar a investir, buscar uma boa aposentadoria, renda extra com investimentos... enfim, buscar a autonomia financeira e quem sabe até independência financeira.


“Sem um bom pé de meia, não existe autonomia financeira, independência financeira e você jamais será o protagonista da sua vida. Para essa e diversas outras conquistas, a educação financeira é a sua maior aliada”

Então por hoje é só, esperamos que com mais essa dica você possa cuidar melhor da sua Saúde Financeira e se precisar de mais ajuda não deixe de nos contatar!



Até a próxima!


Não deixe de se inscrever no nosso site como membro e no nosso Facebook e Youtube. É grátis! Basta se cadastrar com o Facebook ou Gmail para receber notificações dos nossos materiais, cursos e vídeos, além de poder deixar seu comentário para gente, mandar dúvidas e sugestões para futuros vídeos e postagens.

114 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page